salgada

funda; escura.

c diz
que não
sabe me olhar
??? eu sou o brilho
do escuro da noite que

encara

seu sono

c diz
que não
vai me escutar
!!! minha língua
é a voz do silêncio que

acorda

seu sonho

c diz
que não
quer mergulhar
y bóia-rasa a tensão-
superfície minha pele-água

o meu corpo é sal
de saliva de nau
minha alma é o sal
minha vida é o sal

do oceano

eu sou o sal,
eu sou o sal do seu pranto
eu sou o sal,
o sal do meu gozo sou eu

(
con
fundo
sua clareza
)

c diz
que não
pode me amar
mas seus olhos na rua

me mordem
seu toque me rasga
seu desejo quer me roubar

e diz
que não
quer mergulhar
que eu sou funda eu
sou sal eu sou v a s t a

y escura

como o oceano

(
não vá
se afogar
)

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s