baobá

baobá

cheio de lagri
mar, o meu peito tá cheio de lagri
mar. pra quem veio do lado de lá do mar, é
no peito que planta si-próprio: lar. cheio de lasti

mar, o meu peito num veio pra lasti
mar. pra quem pensa que banzo é sobre volt
ar, o futuro é um meio de retornar. cheio de l’amém

tar, o meu peito tá cheio de lá, men
tal. pra quem tejo do avesso do
tempo, mar, é no peito
que dança-si: um

baobá

v. 6

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s