diá

só me cabia silêncio se atravessasse de espadas:
chorar desaprendi,
desculpas nunca entendi
(nem sou de pedir nem muito
cri).

pedi que silêncio me embriagasse des-lástimas, invés de palavras
cortantes que nem na
valhas.

tem pouco ar mas mais antes, quer se conter a
os derrames diá
gua.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s