mariana viu o mar

êta mundo sem juízo…

morre bicho: bicho-planta, bicho-gente, bicho-bicho
morre água: morre rio, morre praia… morre terra.
na barragem discuberta/corroente/mineral

e a mídia preocupada em
“calcular os prejuízo”

e a indústria preocupada em
“refazer o capital”

vale nada vale nada
vida como nada fosse

valia mais quando o rio,
doce,

corria sua própria passada

mas tudo que essa mão toca
se estraga, tão descuidosa.
êta espécie custosa!

como nada? como nada o
mar de lama
“acidental”?

afunda na própria história,
movediça, super-
ficial.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s