hermes,

fiqueisperando paixão
passar
vinha em ondas
que nem mar
que nem
maré de me afogar pegajosa
densa
ardilosa como
mercúrio

(brilhante!)

cheiruma lembrança sua voz sua língua no meu cú-
mulo uma insistência num canto quentinho dos meus tím-
planos y canais mais uterinos encharcando se curando y expand
indo

até

você

aparece às veis por quase um milênio de segundo

no mei de um sonho, vigílio
essas cinematografia onírica y seus casting
satírico

(sou tão boa amante pra ser
coadjuvante!)

mas se eu tivesse escrito a eneida
no lugar do romano virgílio,
eu com certeza narr
ar
ia a di(l)do
a queda dessa minha troia candanga
por seu cavalo de beleza
horizontina

nessa ladeira

abismo sem beira

vendaval que nos carregue

Exu é o nome pagão de Hermes

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s