mudez

mudez:

aprende meu silêncio
respira dentro dele
olha as pontas que ele tem
de um lado é macio y tremendo
do outro voraz y lento
no meio aperta
no plexo flecha
nas bordas sopra de vento
tem alma molhada, ele tem
respira ele até inundar sua pleura por dentro
pergunta coisas pra ele y escuta
ouve as respostas que ele muda

me aprende sendo dele também

que silêncio num ensina silêncio
silêncio num se ensina sozinho
silêncios se ensinam uns aos outros,
desimediatizados pela nudez das palavras
 
 
 
 
[“nada por dizer
então eu escuto”]

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s