apetite

ai!, uma brisa retada cortou no meio palavra

de calada virei cal
assombrada, sombra. brilhante
flui adelante
ate vento rascante da de volta cada pedaco faltante pra falar de boca cheia
palavra minha
palavra avessa
semente-palavra
palavra alheia

[a vó delas ficava  retada se elas diziam que tavam com fome. “fome não, menina, que ninguém passa fome nessa casa!”
“vó, tô com apetite!”]

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s